AUTHENTIKA - 1ª EDIÇÃO

AUTHENTIKA
1ª EDIÇÃO | 2ª EDIÇÃO 

1ª Edição ~ Fevereiro de 2019

Facebook: facebook.com/authentikaorientaldancersmeeting
Instagram: instagram.com/authentika_oriental_dance



“Authentika – Encontro de Dança Oriental & Fusão” – 22 a 24 de Fevereiro 2019 - Lisboa

“Authentika” é um Encontro de bailarinas de vários estilos de Dança Oriental & Fusão que visa o desenvolvimento pessoal, a formação de qualidade, a criatividade e inovação, e, sobretudo, a reconecção à tradição e origens da Dança Oriental como base de apoio à evolução das várias vertentes desta dança. O evento promove e apoia também os novos projectos formativos e de performance de Dança Oriental & Fusão em Portugal que se destacam do “mainstream” pela personalidade e autenticidade dos seus autores.


Este Encontro foi criado com vários objectivos:

- Promover a união dos vários estilos de Dança Oriental & Fusão no mesmo evento, como sendo variantes da expressão da universal energia feminina.

- Promover o estudo das origens da Dança Oriental numa época em que a internacionalização da Dança abriu as portas à criatividade e influências, mas corre o risco de descaracterizar a expressão feminina de base se não for preservada a sua existência.

- Promover, em grande profundidade, os Projectos Formativos de Dança Oriental & Fusão em Portugal, sendo que, por essa razão, cada edição deste Encontro terá um número limitado de convidados de forma a dar o devido destaque a cada um deles, mas calculamos conseguir aumentar a nossa estrutura em termos funcionais para poder incluír mais "Escolas" de cada vez em edições futuras!

A primeira edição desde evento decorre em Lisboa de 22 a 24 de Fevereiro de 2019 através da organização e produção YolandaDance.

O Projecto YolandaDance foi criado em 2003 por Yolanda Rebelo e tem como objectivo a inovação e o desenvolvimento pessoal através do ensino e de espectáculos de Dança nas áreas da Dança Oriental & Fusão e Tango Argentino. Yolanda Rebelo fez a maior parte da sua formação em Dança Oriental e Tango Argentino em Buenos Aires e tem estudado com Paula Lena desde 2003. O seu trabalho como docente de dança e como artista, bailarina e coreógrafa de Dança Oriental & Fusão ao longo de 15 anos, tem como base a formação com Paula Lena na sua “Escola Neo Baladi”, a qual desenvolve uma abordagem moderna das Danças Tradicionais femininas que fazem parte da Dança Oriental da actualidade.

Como diz Afonso Costa, bailarino, professor e Director da Escola Danças do Mundo em Lisboa onde irão decorrer as aulas do “Authentika”, “A tradição não passa de moda!” e é por essa razão que este Encontro de Dança Oriental & Fusão, embora pretenda valorizar a inovação e a criatividade das bailarinas e unir os vários estilos, procura dar ferramentas sólidas para a realização de um trabalho consistente e consciente na Dança Oriental & Fusão. Assim, a primeira edição do “Authentika – Encontro de Dança Oriental & Fusão” só poderia fazer sentido com a presença da bailarina, professora, coreógrafa, directora artística, escritora, historiadora e investigadora, Paula Lena Karima como convidada especial! Paula Lena irá partilhar os seus conhecimentos com a comunidade portuguesa de bailarinas de Dança Oriental & Fusão, contribuindo para o amadurecimento da sua dança.

Ao mesmo tempo, este evento irá contar com a participação de bailarinas professoras que estudaram Dança Oriental & Fusão com Yolanda Rebelo, desenvolvendo posteriormente os seus projectos formativos nas mais diferentes abordagens. Este Encontro será também um encontro de várias gerações de aprendizagem e ensino que deram os mais diversos frutos no panorama artístico cultural da Dança Oriental & Fusão em Portugal, nomeadamente Sara Naadirah, Isa Aysel e Mónica Pereira que leccionarão workshops nestas áreas! É um evento a não perder e que promete futuras edições uma vez que o panorama português na Dança Oriental & Fusão tem ainda muito para ser revelado!


PROGRAMA & HORÁRIOS

Sexta, dia 22 de Fevereiro
Lançamento do livro de Paula Lena na Biblioteca da Casa do Alentejo
Entrada gratuita

18h
Abertura do evento, na Biblioteca da Casa do Alentejo, com o lançamento do livro da nossa convidada especial da Argentina, Paula Lena Karima "Neo Baladi - Reflexiones para sobre desde la Danza Oriental" e apresentação das bailarinas e professoras portuguesas convidadas. 


Sábado, dia 23 de Fevereiro
Formação Intensiva com Paula Lena na Academia de Danças do Mundo
Espectáculo no Auditório da Biblioteca Orlando Ribeiro

11h às 14h30
Formação em Danças Tradicionais Femininas do Médio Oriente que estão na base da Dança Oriental  (Danças com cabelos, danças com trabalho de chão, danças com equilíbrios), com a artista internacional convidada Paula Lena Karima (Parte I) (ver +)

Material Necessário:  Papel e caneta (para tirar apontamentos); roupa confortável; protecção para os joelhos ou joelheiras; túnica Khaleeji ou 2 véus.

Dança Khaleeji/ Haligee (Golfo Pérsico) – Vão poder encontrar o nome escrito de maneiras diferentes…Originária do Golfo Pérsico, há quem diga que é uma dança mais especificamente da Arábia Saudita. Em certos movimentos tem parecenças com a dança Zaar, mas a intenção dos mesmos é diferente. É uma dança de celebração, um jogo entre mulheres com intensão de picardia e bajulação, eventualmente observado pelos homens. Ao contrário das outras danças árabes femininas, os movimentos não se centram nas ancas, peito ou ventre. As semelhanças com a Dança Oriental estão na cabeça, mãos e pés. O uso de uma túnica larga deixa o corpo em total liberdade para movimentos ágeis e ondulantes e o grande ênfase nesta dança vai para a sensualidade e feminilidade do cabelo da mulher.

Dança das Shikhat (Marrocos) - As mulheres chamadas Shikhat, em Marrocos, são aquelas que animavam os casamentos, as circuncisões, as festas dos santos, etc. Estavam encarregues de dançar, cantar e tocar instrumentos simples de percussão. Também preparavam a noiva para a noite de núpcias e a mãe para o parto e amamentação. Shikhat é o plural de Sheija, ou seja, denomina alguém que sabe que é especialista na sua matéria. Neste momento, as Shikhat estão em vias de desaparecimento e com elas seus vastos conhecimentos e a sua dança, sendo associadas a bailarinas de baixo estatuto social.


Mais informações sobre o trabalho de Paula Lena aqui: www.paulalena.com  | www.neobaladi.blogspot.com

21h
Espectáculo no Auditório da Biblioteca Orlando Ribeiro:
I Parte - Encontro de Escolas e Novos Projectos na Dança Oriental em Portugal
II Parte - "Re-conectar".


Domingo, dia 24 de Fevereiro
Formação Intensiva com Paula Lena + Workshops com Artistas Nacionais
na Academia de Danças do Mundo

11h às 11h50
Dança Oriental Clássica - "A Dança Oriental e o Véu - o Essencial", com Sara Naadirah (ver +)

12h às 12h50
 Dança Oriental Clássica/Baladi – "O Acordeão e a sua Interpretação", com Isa Aysel (ver +)

13h às 13h50
 Dança Oriental de Fusão – "Tribal 1 on 1", com Mónica Pereira (ver +)

14h às 14h50
Dança Oriental de Fusão – "Flamenco Árabe", com Yolanda Rebelo

15h às 18h30
Formação em Danças Tradicionais Femininas do Médio Oriente que estão na base da Dança Oriental (Danças com cabelos, danças com trabalho de chão, danças com equilíbrios), com a artista internacional convidada Paula Lena Karima (Parte II) (ver +)

Material Necessário: Papel e caneta (para tirar apontamentos); roupa confortável; protecção para os joelhos ou joelheiras; espada ou bastão; lenço para a cabeça para suportar os equilíbrios; cântaro ou pote, vasilha, cesto garrafa de água ou algum recipiente ao qual se possa associar o transporte de água ou comida (que possa cair ao chão sem partir…)

Dança das Mulheres da Tunísia – A Tunísia é um país mediterrâneo e por isso tem influências culturais diversas, desde as populações nomadas do deserto, até os países europeus que ali deixaram os seus turistas ou colonos. A dança e a música deste país refletem esta essência africana e desértica com temperos nórdicos. A dança tunisiana feminina é ágil, simples, porém sutilmente complexa no que respeita às variantes de cada movimento de acordo com a  interpretação da música. Sempre nas pontas dos pés, as mulheres tunisianas vestidas de forma especial, mexem-se ritmicamente de uma maneira muito particular,  equilibrando um cântaro na cabeça, sendo esta uma manifestação da dança do ventre do Magreb.

Dança com Espada - A espada é, evidentemente, uma arma, um objeto associado historicamente aos homens. Durante a Antiguidade, a Idade Media e a Contemporânea, os homens das cidades, os cavaleiros, usavam espadas para as lutas. Em vários países, hoje em dia, ainda existem danças de homens com espadas ou adagas, algumas  também com armas de fogo. As mulheres sempre estiveram próximas a essas danças de comemoração  de uma vitória militar ou  defesa do  grupo. Dançaram com as armas de seus conjugues pela sua força e vitória, dançaram com as armas de seus senhores para demostrar-lhes o seu valor apesar de sua condição de escravas,  dançaram com elas para seduzi-los. Com a substituição das espadas por revólveres ou espingardas, a dança feminina desapareceu. No Ocidente volta a surgir, para evocar essas escravas bailarinas da época medieval que desafiavam ou seduziam os seus donos  para reivindicar o poder feminino.


PREÇOS ATÉ 18 DE FEVEREIRO 2019*
* As inscrições a partir de 18 de Fevereiro de 2019 acrescem 10%.

Formação Intensiva com Paula Lena em Danças Tradicionais Femininas do Médio Oriente 
 - 7h de formação
- Entrega de certificado de participação
- Habilitação a um sorteio de um véu de seda patrocinado pela loja de artigos para Dança Oriental & Fusão "El Bazar de la Beduina" #bellydancebeats_store.
-  2 dias de formação - 90 €
 - 1 dia de formação (3h30) - 60 €

Formação de Dança Oriental & Fusão com Professoras Nacionais
(50 min cada aula)
Pack de 2 aulas – 15 €
Pack de 4 aulas – 25 €

Paula Lena (7h) + 2 aulas com Professoras Nacionais (2 x 50 mns)
– 100 €

Paula Lena (7h) + 4 aulas com Professoras Nacionais
(4 x 50mns) – 110 €

Abertura do evento e lançamento do Livro de Paula Lena,
na Casa do Alentejo, 22 de Fevereiro, 18h - Entrada Gratuita

Espectáculo
no Auditório da Biblioteca Orlando Ribeiro, 23 de Fevereiro, 21h - 10€


INSCRIÇÕES & RESERVAS
yolanda@yolandadance.com


MORADAS DOS LOCAIS

Casa do Alentejo

Rua das Portas de Santo Antão, 58, 1150 - 268 Lisboa
Metro: Restauradores.


Academia de Danças do Mundo

Rua Visconde Santarém, 71 B, Arco do Cego, Lisboa
Como Chegar: Dirija-se ao centro de LISBOA, junto ao SALDANHA. A Academia fica na rua da Embaixada da Rússia, ao lado do Ginásio "Fitness Hut" e em frente ao Instituto Superior Técnico (IST).

GPS: N 38º 44' 5,04'' W 9º 8' 23,17''
Metro: A 300 metros
SALDANHA - saída pela linha Vermelha em direcção a Filipa Vilhena/ Dª Estefânia
ARROIOS - saída pela linha Verde em direcção a Praça do Chile/ António Pereira Carrilho
Autocarros: 22, 203, 713, 716, 717, 720, 726, 740, 742, 767, 797.


Auditório da Biblioteca Orlando Ribeiro

 Estrada de Telheiras, 146, 1600-598 Lisboa.

--
Consultem todas as formações do Authentika e os horários no evento da nossa página do Facebook: https://www.facebook.com/events/211626289714771/